AUTORES

Maio 17 2013

 

 

POSTAL DE PARABÉNS POR ANIVERSÁRIO, DEDICADO EM ESPECIAL AO SENHOR OU SENHORA QUE SE CHAME AMADO

 

Prezado leitor ou leitora

 

Costuma-se dizer que a pescada antes de o ser já o era. Na verdade, antes de ser apanhada do mar, pescada, já tinha esse nome de pescada. Com mais propriedade e beleza se pode dizer coisa semelhante do seu nome: antes de lhe terem registado o nome de Amado na sua identificação, já amado era por pais, toda a família e todos os amigos.

Caro leitor, cara leitora, sinta-se feliz por ser “Amado” de nome e deve reparar bem no que isso significa, sinta-se de parabéns pelo nome que todos lhe conhecem. Não só nós e aqui, mas também os que consigo se relacionam e encontram, todos nos regozijaremos se de facto a sua maneira de ser corresponder ao seu nome. Seja “amado” e amável pela simpatia e pelos sorrisos, na camaradagem com os amigos; seja “amado” e amável nos contactos sociais, prestável, apaziguador, gerando amizades e irradiando alegria.

Tem na sua vida uma grande missão: honrar e enobrecer o seu nome, dar-lhe sentido e não estabelecer triste contraste entre o seu significado e a sua maneira de agir e de pensar. Isso, para além de tudo, tem uma grande vantagem. Quem semeia amor e concórdia, paz e alegria, honestidade e generosidade, é amado mesmo que não tenha esse nome. Mas se se chamar AMADO, com mais afinco se grava no coração e memória de todos, de tal maneira que, quando se for, se é verdade que “antes de o ser já o era”, também é verdade que “depois de o ser continua a sê-lo”.

 Belo destino é esse, caro leitor ou leitora! Um belo destino que a pescada nunca pode ter! Seja AMADO de nome e por virtudes de carácter e personalidade, para ter agora e para sempre a glória de ter esse nome.

Parabéns pelo seu aniversário, que esperamos se renove por muitos anos e com muita saúde nessa sua  longa vida.

Em meu nome e em nome do AUTORES-2                                                                                                               laurindo.barbosa@gmail.com

publicado por Fri-luso às 13:52

Maio 17 2013

 

POSTAL DE PARABÉNS AOS CASAIS QUE CELEBRAM O ANIVERSÁRIO DO SEU CASAMENTO

 

Prezados Aniversariantes

 

Suponho que sabem, mas permito-me lembrar-lhes que a palavra “trabalho” tem uma origem sinistra – deriva de “tripallium”, antigo instrumento de tortura. Parece paradoxal que tenhamos de amar o trabalho e dele viver. Por outro lado, também me permito lembrar-lhes que a palavra “cônjuge” também tem um significado à primeira vista pouco simpático, porque significa, na sua origem, “que sofre o mesmo jugo”. Também parece paradoxal que duas pessoas que se casam porque se amam, depois do belo título de noivos e nubentes, venham mudar de estatuto como se o casamento fosse um trabalho bastante ligado ao tripallium de antigamente.

 

E será de facto assim se faltar o amor e a simpatia. Porque “simpatia” não são apenas sorrisos e amabilidades sociais. “Ser simpático” é acima de tudo “compartilhar do sofrimento de alguém”. Venho dar as minhas felicitações por celebrardes mais um aniversário de casamento, sobretudo, porque sei que o vosso jugo de serem cônjuges não chega a ser jugo, porque o vosso trabalho não é “trabalho”, é manter a felicidade mútua e a dos outros, e a vossa simpatia é mesmo simpatia a minorar o sofrimento mútuo e o dos outros. É uma felicidade de vida que faz de vós sempre noivos.

Meus Amigos, amem-se profundamente. A felicidade do outro está acima da felicidade própria, e a felicidade própria decorre da felicidade do outro. Quando alguém morre a amar alguém que mora no seu coração, esse amor o sustenta numa vida eterna e gloriosa, porque assim como na morte a vida não acaba, apenas se transforma, o amor também ele é eterno e na morte não se apaga, apenas se transfere.

Sinceros desejos de muita saúde em longa vida. Em meu nome e em nome do AUTORES-2

laurindo.barbosa@gmail.com

publicado por Fri-luso às 13:43

Laurentino Sabrosa
pesquisar
 
subscrever feeds